Resenha Sense8

Sense8 é uma série original do Netflix, com 12 episódios em sua 1ª temporada.

IMG_20151023_194931 (2)

Tudo começa com o suicídio de Angélica e nesse momento oito pessoas de diversos lugares do mundo e com culturas diferentes são ligados por uma espécie de elo mental. Com essa interligação mental os sensates conseguem “aparecer” para outro do grupo, conseguem sentir o que o outro sente, ver onde o outro está, além disso um sensate consegue assumir o corpo de outro e assim usar suas habilidades para ajudar, por exemplo, geralmente em uma briga a Sun (♥) assume o corpo do sensate em apuros e usa suas habilidades com as artes marciais.

Basicamente a série conta a história de:

Sun é uma coreana, economista e ótima lutadora, filha de um cara muito poderoso e rico.

Capheus: um motorista de van, que vive no Quênia, com sua mãe, portadora de HIV, e que tem como maior ídolo o Van Damme.

Will é policial de Chicago, filho de um pai alcoólatra e ex-policial.

Riley é uma DJ irlandesa que foi para Londres depois de passar por um momento traumatizante em sua vida.

Nomi é uma transexual lésbica, hacker que vive em São Francisco com a namorada, Amanita, sua mãe ainda não admite sua mudança de sexo.

Kala é uma cientista farmacêutica Indiana muito religiosa, que sofre com a dúvida entre se casar ou não com um bom homem, que sua família aprova, mas que ela não ama.

Wolfgang é um serralheiro alemão que sofreu muito durante sua infância nas mãos de seu pai agressivo e foi criado no meio do crime, se tornando um arrombador de cofre.

Lito é um ator que vive na Cidade do México com seu namorado Hernando (Alfonso Herrera ♥), considerado um galã pelas mulheres, tenta esconder sua homossexualidade por medo de estragar sua carreira.

E como sempre tem que ter um vilão na história e esse é o Whispers, conhecido também por Sussurros, um médico do mal, com o mesmo poder, mas o utiliza para caçar os sensates, que planeja operar todos com o dom, porém quem faz a cirurgia morre ou fica em estado vegetativo.

Confesso que até o capítulo 6, mais ou menos, a história estava confusa pra mim, mas com o tempo fui compreendendo melhor, entendendo as particularidades dos personagens e me apaixonando pela história. A Sun é minha personagem favorita, adoro suas frases, o jeito que ela luta e se defende sozinha em um país que as mulheres não são tratadas com igualdade.

Eu super recomendo a série, mas tenham mente aberta hahahaha, porque como consta na descrição dos personagens, tem romances gays, além disso tem cenas de sexo (homo, hétero e até uma cena em que todos estão interligados na hora H suruba) e nudez. Mas vale muito a pena, a série é envolvente e apesar dos episódios serem relativamente longos (entre 50 e 55 minutos) você nem percebe.

Por Amanda Padovan

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha Sense8

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s