Resenha de Nosferatu

IMG_20150820_190156

Autor: Joe Hill                 Editora: Arqueiro

Quando soube do lançamento de Nosferatu já fiquei muito animada e louca pra lê-lo. Eu amo a escrita do Joe Hill e comecei a gostar de livros de terror depois de ler O Pacto. Li Joe Hill antes mesmo de ler algum livro do pai dele, um dos mais famosos escritores desse estilo, Stephen King. Por todos esses motivos já esperava me apaixonar pela história e não me enganei. Vamos ver a sinopse?

Victoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa sua estranha capacidade, pois sabe que ninguém acreditaria. Ela própria não entende muito bem. Charles Talent Manx também tem um dom especial. Seu Rolls-Royce lhe permite levar crianças para passear por vias ocultas que conduzem a um tenebroso parque de diversões: a Terra do Natal. A viagem pela autoestrada da perversa imaginação de Charlie transforma seus preciosos passageiros, deixando-os tão aterrorizantes quanto seu aparente benfeitor. E chega então o dia em que Vic sai atrás de encrenca… e acaba encontrando Charlie. Mas isso faz muito tempo e Vic, a única criança que já conseguiu escapar, agora é uma adulta que tenta desesperadamente esquecer o que passou. Porém, Charlie Manx só vai descansar quando tiver conseguido se vingar. E ele está atrás de algo muito especial para Vic. Perturbador, fascinante e repleto de reviravoltas carregadas de emoção, a obra-prima fantasmagórica e cruelmente brincalhona de Hill é uma viagem alucinante ao mundo do terror.

O livro conta a história de Charles Manx, um sequestrador de crianças que tem o dom de transitar entre a realidade e a fantasia com seu Rolls Royce Wraith, Manx tem o poder de levar as crianças que captura para a Terra do Natal, um lugar que existe só em sua mente, onde sempre é Natal e as crianças nunca crescem, além disso, ele é uma espécie de vampiro e se alimenta da alma dessas crianças.

Victoria McQueen tem um dom parecido, ela consegue se viajar para qualquer lugar com sua bicicleta através de sua ponte imaginária, geralmente ela usa a ponte para encontrar coisas perdidas. E além deles, temos Margaret Leigh, uma bibliotecária com dons também, ela pode prever acontecimentos ou conseguir respostas usando seu jogo de palavras cruzadas.

Em uma de suas viagens Vic encontra Maggie e a bibliotecária lhe conta a história de Manx, porém pede para que ela nunca o procure. Mas, depois de uma discussão com seus pais, Victoria viaja com sua bicicleta e vai parar na casa de Charles Manx, lá ela tenta ajudar um dos meninos sequestrados, mas cai em uma armadilha e Manx a encontra. Vic consegue escapar por um tris e foge.

Anos mais tarde Manx volta para se vingar e então Vic e seu filho Wayne estão em perigo.

Eu adorei a Vic, seu jeito determinado e forte, mesmo quando está na pior ela consegue dar a volta por cima, pode demorar, mas consegue. Gostei também do fato do autor ter feito uma personagem com defeitos, porque afinal, todos temos defeitos, deixou a personagem mais verdadeira.

Manx é maldade pura, tem uma personalidade doentia e fez com que eu odiasse de verdade mesmo o vilão! Hahaha

Como já era de se esperar, eu adorei o livro, mesmo sendo um livro grande, com mais de 600 páginas, a leitura é rápida e nada cansativa, prende sua atenção até o fim. É um livro cheio de tensão e pra mim com o melhor tipo de terror, não é do tipo sanguinário, com cenas detalhadas de torturas e mortes horríveis, mas é daquele tipo que mexe com a mente, que faz imaginar o que aconteceu e como aconteceu e o que mais assusta é a loucura das personagens.

Eu recomendo muito o livro, principalmente para quem gosta do estilo ou do autor e para mim é o melhor livro do Joe Hill.

“Dois dos três homens que a haviam amado na vida a observavam; o único ausente era Wayne.” Pág. 533

Por Amanda Padovan

Anúncios

17 comentários sobre “Resenha de Nosferatu

  1. Nossa, que interessante o livro, só a resenha já deu uma mexida com a mente ao tentar entender a história. Eu particularmente nunca li terror, mas até me interessei por esse kkk
    Quem sabe eu crie coragem e leia huehuhe. Ótima resenha ❤

    Curtido por 1 pessoa

  2. Nossa já odiei o vilão só pela sinopse hahaha
    Gostei muito dos livros que li do King, embora eu ainda evite os que são terror mesmo, por ser meio medrosa. Ainda não li nada do seu filho, é claro que tenho curiosidade para saber se ele é bom quanto. Apesar desse ser meio macabro, me parece ser mais de tensão do que de terror. Talvez eu me arrisque rsrs.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá, li O Pacto de Joe Hill e desde então coloquei todos os livros dele na minha lista de preciso ler com urgência ou morro…kkkkkkk
    Sou muito fã do gênero Suspense/Terror e ainda não tinha lido resenha de Nosferatu, agora coloquei ele em segundo lugar só atrás de Uma Estrada para Noite que me recomendaram muito.
    Beijos e parabéns pelo blog.

    Curtido por 1 pessoa

    • Sim! Comecei com O pacto também, amei e fiquei louca pra ler os outros dele, aí li Fantasmas do século XX, que é de contos e depois A estrada da noite que eu gostei bastante também. Aí quando lançou Nosferatu fiquei doida! Hahahaha Foi o que eu mais gostei! Leia os dois que você vai amar! Beijo

      Curtir

  4. Olá! Nunca li nada dele e nem do pai dele. Motivo? Sou medrosa rsrsr mas, sua resenha me deixou com vontade de ler. Esse vilão que rapta crianças, nossa! Fiquei curiosa para saber o que ele faz com essas crianças. E Vic, como ela vai se envolver nisso tudo…Fiquei bem curiosa e espero que possa ler logo, abraços!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s