Resenha de Fogo Cruzado

IMG_20151109_113000 (2).jpg

Autor: James Patterson                 Editora: Arqueiro

Fogo Cruzado é o 17° livro da série policial “Alex Cross” de James Patterson, porém é o 2° livro dele que eu leio. Apesar de ser uma série, não é necessário ler na ordem, ainda bem, pois a livros da série foram lançados por editoras diferentes e outros nem foram lançados no Brasil. Hora de ver a sinopse:

A vida de Alex Cross não poderia estar melhor: o Departamento de Homicídios passa por uma rara fase de calmaria, a família vai bem e ele se dedica a planejar seu casamento com a detetive Bree Stone, da Polícia Metropolitana.

Porém, como ele mesmo diz, nunca se sabe quando o mundo vai cair de novo na sua cabeça. Isso acontece quando um atirador de elite resolve fazer justiça com as próprias mãos e começa a matar figurões que apareceram recentemente nas manchetes por estarem envolvidos em escândalos ­financeiros.
A onda de mortes continua e o FBI designa o agente Max Siegel para o caso. Enquanto ele e Cross disputam quem será o responsável pela investigação, fica claro que o autor dos disparos sabe de detalhes da rotina das vítimas que só alguém que conhece o círculo íntimo delas poderia descobrir.
Em meio às investigações para descobrir quem é o homem que está aterrorizando a cúpula da cidade, Alex recebe um telefonema de Kyle Craig, criminoso conhecido como o Estrategista. Ele está na cidade e pretende acabar com a vida de Cross e das pessoas que ele ama. Para isso, conta com um plano do qual nem o experiente detetive poderá suspeitar. 

Nesse livro um antigo inimigo de Alex Cross, Kyle Craig, volta para se vingar, e esse foi o único probleminha que encontrei no livro, apesar de ser um livro independente, seria legal saber a história de Alex e Kyle e o porquê de se odiarem tanto.

A história da vingança é contada paralelamente com os crimes de um atirador de elite justiceiro, mas achei que Kyle roubou a cena na história, por ser um vilão inteligente e interessante.

Bom, na história, Alex está à procura de um justiceiro que mata pessoas acusadas de participarem de esquemas de corrupção e que acabam liberadas pela justiça, esse criminoso fica conhecido como patriota. No meio desse caso Kyle Craig aparece e se envolve de uma forma inusitada para se aproximar de Cross.

Enquanto isso Craig também consegue tempo para atormentar o detetive, ligando e ameaçando sua família e sua noiva.

Eu gostei do Alex, do jeito dele, de como é inteligente e focado em seu trabalho, mas mesmo assim tem tempo pra sua família e se preocupa com todos.

E eu gostei do Kyle também, mesmo sendo mau e só querendo se vingar, é o tipo de vilão inteligente, que sabe a hora de agir e deixa a história mais emocionante.

Enfim, o livro prende o leitor, por seus capítulos serem curtos a história se desenvolve bem rápido, mas sem deixar nada mal contado. Gostei bastante do livro e recomendo pra quem gosta de suspense policial, investigação e ação.

“– Defina “acabou” – respondeu ele num chiado. Sua respiração estava entrecortada e ele tremia de dor. – Você acha que ganhou alguma coisa?

– Não estou falando de ganhar. Estou falando de mandar você para um lugar onde nunca mais vai poder machucar ninguém.”

Anúncios

33 comentários sobre “Resenha de Fogo Cruzado

  1. Olá!

    Adoro o Patterson, mas esse eu não li, do Cross eu li outros. Os livros dele tem essa característica, capítulos curtos, corridos e sem deixar pontas soltas. Ainda espero que todos sejam traduzidos para o Brasil!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Acho que é assim que esses livros independentes nos conquistam! Ok, você está satisfeito com a história que leu, mas e aí todo aquele resto de perguntas e personagens que estão ligados aos outros livros que você não leu? Então, você é uma pessoa curiosa e vai ter que ler tudo, até acabar ou até se decepcionar com alguma coisa que faça a gente desistir. Já caí nisso, tenho medo de séries eternas!

    Beijos,
    Mariana Baptista
    umavidaporlivro.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oi, tudo bem?
    Eu gosto quando James Patterson escreve policial, onde já li alguns livros dele e gostei bastante. Ainda não li esses da série do Alex, mas tenho interesse. Bom saber que são independentes.
    Eu também adoro quando Patterson escreve infanto juvenil.
    Adorei sua resenha, dica anotada.

    Beijos
    Leitora Sempre

    Curtido por 1 pessoa

  4. oi
    Nunca li nada do autor, mas tenho muita vontade de ler!
    é bom saber que não precisa seguir uma ordem, até porque a quantidade de livros é imensa né! não imaginava que seriam tantos, mais um sinal de que é uma boa leitura!!

    adorei a tua resenha!!!

    abraços!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s