Resenha de Predestinados

O destino os uniu, os deuses os separaram.

image

Autora: Josephine Angeline                                  Editora: Intrínseca

Sinopse:

Helen Hamilton passou a vida inteira tentando disfarçar o fato de que é uma garota diferente, mas agora, aos dezesseis anos, isso está cada vez mais difícil. Não apenas por causa de sua força sobre-humana ou porque às vezes, sem motivo aparente, pessoas estranhas simplesmente a atacam, mas também porque ela teme que seu juízo esteja seriamente comprometido. Pesadelos recorrentes com uma estranha viagem pelo deserto e a visão de três mulheres derramando lágrimas de sangue a tem atormentado noite e dia. Ao mesmo tempo, um impulso inexplicável, incontrolável, passa a dominar seus pensamentos: Helen quer matar Lucas, um dos rapazes da glamorosa e misteriosa família Delos. À medida que descobre mais sobre sua verdadeira origem, ela percebe que a relação dos dois está submetida não só à sua vontade, mas a forças e tradições ancestrais.

Helen é um garota linda, mas que tem pavor de chamar atenção para si, ela prefere ser invisível, é muito inteligente e adora correr, o que faz muito bem, mas sempre se achou diferente por ser estranhamente rápida e extremamente forte, ela vive em uma pequena ilha com seu pai – sua mãe os abandonou quando ela ainda era um bebê – e tem como companheira sua melhor amiga Claire.

image

A garota levava uma vida normal e tranquila até que a família Delos se muda para sua cidade, e sem saber o porquê, só o fato de ouvir amigos e conhecidos falando sobre essa família faz Helen ficar muito irritada.

“Estava cansada de ficar com raiva o tempo todo. Lutar e matar, ou lutar e morrer, ela realmente não se importava. Desde que pudesse manter o seu pai a salvo de toda essa tragédia grega sem sentido, ela enfrentaria tudo o que poderia acontecer.” Pág. 61

image

Seu primeiro encontro com Lucas Delos é tenso, logo quando o vê ela parte para cima dele com uma imensa e inexplicável vontade de matá-lo, além disso, quando está perto dele, a garota vê três mulheres que choram sangue. Essas mulheres também a perseguem em seus pesadelos e quando Helen acorda seus pés estão sujos de areia e machucados e ela se sente muito cansada. Será que a menina está ficando louca? Qual é a explicação da sua superforça e velocidade? E por que não consegue ficar muito tempo no mesmo lugar que Lucas, mas também não consegue ficar separada dele?

“Tocá-lo pareci a coisa mais natural do mundo para ela. Aquele pensamento a fez balançar a cabeça, pensativa. Helen olhou para cima e notou que Lucas estava também olhado para as mãos deles, provavelmente pensando a mesma coisa.” Pág. 99

image

No começo do livro fiquei super confusa, a leitura começou bem lenta, mas quando comecei a entender a história a coisa engrenou e aí não parei mais! Hahahahaha
Não consegui me apaixonar pela protagonista, mas a Helen foi bem ok, só achei que ela demorava muito para entender as coisas e sempre parecia ser a vítima de tudo, ela é daquele tipo de mocinha que fala: “Pode bater em mim o quanto quiser se isso for fazer você se sentir melhor” e isso me deixou um pouco irritada! Hahahahha

O Lucas foi aquele mocinho tipo Edward, o mais bonito da escola e que faz todas as meninas ficarem em cima, que está sempre perto para salvar a mocinha, é gentil, preocupado e um príncipe semideus perfeito e altruísta.

image

Mas Josephine Angeline ganhou pontos comigo por seus personagens secundários, a Claire é demais! Inteligente, engraçada, amiga e briguenta, ela pode ser pequena, mas não deixa que ninguém passe por cima dela ou que digam o que pode ou não fazer. O Jerry, pai da Helen, e a Kate, sócia dele, também são muito bons!

“Não é nada fácil para uma japonesa crescer aqui. Mas com Lennie por perto eu sempre soube que, não importava o quanto eu fosse estranha, ela seria sempre muito mais. Então isso era legal.” Pág 197 (Tá vendo como a Claire é engraçada! Hahahaha)

O livro deixa várias perguntas não respondidas porque é o primeiro da trilogia, mas infelizmente não lançaram os outros dois livros aqui no Brasil e não vi previsão também. 😦 Vou ficar torcendo para sair, porque fiquei com muita vontade de saber o que vai acontecer. Apesar dos probleminhas que citei acima, gostei muito da história e indico para quem gosta de romances sobrenaturais e mitologia grega.

“Decida o que você não pode fazer e então faça o oposto” Pág. 250

Por Amanda Padovan

Anúncios

13 comentários sobre “Resenha de Predestinados

  1. Coisa chata quando lançam um livro e levam aaaanos para lançar suas continuações não é mesmo, sério, ninguém merece mesmo.
    Pelo visto sai faísca entre Helen e Lucas hein. Ah, também não gosto de mocinhas que tudo entendem e se conformar com tudo… Ainda não li o livro.

    Curtir

  2. Pingback: Leituras de Maio | Nerdíssimos

  3. Oiii, tudo bem?
    Menina fiquei meio assim se leria ou não essa obra, achei a sua resenha fabulosa e adorei a frase que iniciou a resenha, deu um certo incentivo, além do mais a edição está linda por demais. Quem sabe leria por curiosidade mesmo.
    Beijinhos

    Curtir

  4. Eu já tava me perguntando sobre a continuação, pois já tem um tempo que a Intriseca lançou esse livro e bem, acho meio chato isso, lançar o livro, mas nada da continuação… Enfim, a história é cativante, e mesmo tendo alguns pontos parecidos com outros livros do gênero, eu fiquei interessada, mas pretendo ler apenas se sair os demais, pois não curto ficar esperando… Bem, o começo lento e confuso, é algo que pode desanimar, mas pelo visto o enredo engrena melhor depois, quanto a protagonista, espero que nos demais livros ela melhore, pois já estou torcendo o nariz, não curto muito mocinhas assim, mas apesar disto, Predestinado parece ter muito a oferecer, espero que a editora traga sim os demais livros.

    Curtir

  5. Oi Amanda .

    É muito chato quando o livro é bom, deixa várias questões não respondidas e consegue deixar aquela curiosidade, mas infelizmente não contém a continuação. Eu tenho alguns livros assim aqui em casa na mesma situação. Apesar de não conhecer o livro predestinados, tenho certeza que iria gostar da história, pois sua resenha deixa um interesse para lê-lo, mas irei esperar mais um pouco para ver se publicaram a continuação.

    Bjos

    Curtir

  6. Amanda, comecei a ler a resenha e fui me empolgando desejando saber quem são as mulheres que choram sangue e também o motivo pelo qual Helen não consegue ficar perto de Lucas, segui lendo animada, aí veio o balde de água fria: é uma trilogia e os outros livros ainda não foram lançados no Brasil… e como não gosto de ler obras que tem pontas soltas para seguir no próximo livro só lerei quando todos os livros já estiverem sido lançados por aqui.
    Adorei a sua resenha.

    Bjo
    Tânia Bueno
    Faces da Leitura

    Curtir

  7. gostei da premissa e também gostei da sua resenha!
    gostei do fato dela ter poderes e fiquei curiosa sobre o fato dela querer matar o Lucas, acredito que ele seja o amor dela! (acho que tô ficando boa nisso de perceber as coisas de inico) ou não kk mas saber que tem continuação e não tem previsão pra lançar aqui no brasil me desanima, acho que vou esperar mais um pouco pra ver se lançam pelo menos o segundo livro ai leio esse, mas gostei bastante.

    bjs Lyh

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s