Resenha Arquivos Serial Killers: Made in Brazil – Ilana Casoy

Já resenhei aqui o livro Louco ou Cruel? da Ilana Casoy, que apresenta casos de serial killers espalhados pelo mundo e hoje trago a resenha de Made in Brazil, nesse livro a autora traz casos de serial killers aqui do Brasil.

IMG_4935.JPG

Sinopse:
Após o sucesso do seu primeiro livro, Ilana Casoy dedicou-se a uma pesquisa rigorosa para investigar os serial killers brasileiros, no que viria a ser o primeiro livro do gênero dedicado aos assassinos em série do Brasil. Foram cinco anos de pesquisas, visitas a arquivos públicos, manicômios e penitenciárias, além de entrevistas cara a cara com personificações do mal em terras tupiniquins, para compor um inquietante roteiro com rigor investigativo de como, por quê e com que métodos os serial killers brasileiros atuam. Em Made in Brazil, Casoy relata sete casos de serial killers brasileiros, três dos quais ela entrevistou pessoalmente: Marcelo Costa de Andrade, o vampiro de Niterói, um dos casos e depoimentos mais chocantes do currículo da autora; Francisco Costa Rocha, o Chico Picadinho; e Pedro Rodrigues Filho, o Pedrinho Matador. Um relato cruel feito pelos próprios assassinos, conduzido com maestria por quem entende do assunto, que procura guiar o leitor pela sinuosa mente de pessoas frias e com movimentos mais que premeditados para o mal. Além deles, a autora se debruça sobre a vida e os crimes de José Augusto do Amaral (Preto Amaral), Febronio Índio do Brasil, Benedito Moreira de Carvalho (Monstro de Guaianases) e José Paz Bezerra (Monstro do Morumbi).

Ilana Casoy começa com uma introdução sobre serial killers, a diferença entre os organizados e os desorganizados, mas bem mais curta do que a do livro anterior, imagino que seja porque supõe-se que a pessoa interessada  vá ler o outro primeiro e depois esse.

Depois temos a Galeria do Mal, onde conheceremos 7 casos de serial killers brasileiros, José Augusto do Amaral (Preto Amaral), Febrônio Índio do Brasil (Filho da Luz), Benedito Moreira de Carvalho (Monstro de Guaianases), Francisco Costa Rocha (Chico Picadinho), José Paz Bezerra (Monstro do Morumbi), Marcelo Costa de Andrade (Vampiro de Niterói) e Pedro Rodrigues Filho (Pedrinho Matador), são menos histórias, mas achei cada caso ainda mais detalhado que no livro anterior, provavelmente pelo acesso mais fácil a documentos e informações, por serem daqui e, além disso, a autora conseguiu entrevistar pessoalmente alguns deles.

IMG_4937

“Não estava de forma alguma preparada para o que encontrei: um ser humano que tem absoluta consciência de suas limitações, que não entende o descontrole de seus atos, que busca uma explicação para eles e é dono de um intelecto preservado.” Pág. 103

As histórias são bem fortes e os assassinos extremamente cruéis, em cada caso a autora vai contar um pouco sobre a história do serial killer, sobre os crimes, como e onde aconteceram, como era a vida do criminoso, como foi a investigação, a prisão e o julgamento, alguns casos trazem também entrevistas com os assassinos, outros documentos dos médicos e fotos.

No final do livro ainda encontramos anexos técnicos que são alguns anexos sobre os casos apresentados.

Falava olhando de forma fixa nos meus olhos e meu sofrimento lhe dava extremo prazer. Lutei contra as lágrimas para não estimulá-lo, mas elas escorriam por minhas faces sem controle, à revelia. Pág. 272

IMG_4936

Made in Brazil é tão perturbador quanto Louco ou Cruel?, são histórias assustadoras sobre criminosos extremamente cruéis, é o tipo de livro para pessoas com estômago forte, eu me interesso bastante pelo assunto e já li outros livros com o tema, mas mesmo assim precisei parar a leitura algumas vezes para respirar e esperar o enjoo passar. Hahahaha
Lendo até descobri uma curiosidade, o Chico Picadinho já cumpriu pena aqui na minha cidade! :O #medo

A edição da DarkSide está perfeita como sempre, folhas amareladas e grossas, muito confortáveis para a leitura, o marcador de páginas que vem junto é muito legal também. O livro está recomendadíssimo para quem tem interesse pelo tema, o trabalho de pesquisa da autora é incrível, vale a pena ler!

Frases de alguns dos assassinos:

“Eu sou um predestinado e estou na Terra para cumprir uma missão divina que me foi confiada.” Febrônio Indio do Brasil

“Quando a mulher fica com a carne dura, ela fica mais gostosa e só fica com a carne dura depois de morta”. José Paz Bezerra “Monstro do Morumbi”

Por Amanda Padovan

 

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha Arquivos Serial Killers: Made in Brazil – Ilana Casoy

  1. Pingback: Leituras de Agosto | Nerdíssimos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s