Resenha de Tenha um pouco de fé

Uma história real.

IMG_5308[1]Autor: Mitch Albom     Editora: Sextante

Sinopse:

No princípio houve uma pergunta. – Você faria meu discurso fúnebre? E como costuma acontecer com a fé, pensei que estivessem me pedindo um favor, quando, na verdade, era eu que o estava recebendo. Em seu primeiro livro de não ficção desde A última grande lição, Mitch Albom conta a história real de uma marcante jornada de oito anos entre dois mundos – dois homens, duas fés, duas comunidades. Depois de receber do rabino Albert Lewis o pedido para fazer seu discurso fúnebre, Mitch passa a visitá-lo nos fins de semana. Ao mesmo tempo que mergulha de volta no mundo de fé que havia deixado para trás, conhece Henry Covington, um ex-traficante e ex-dependente químico que se tornou pastor e agora tenta manter em Detroit uma igreja em ruínas e um projeto de assistência a moradores de rua. Movendo-se entre esses dois mundos – cristão e judeu, branco e negro, de fartura e escassez -, Mitch observa como homens tão diferentes usam a fé de forma muito semelhante: o rabino de um bairro nobre, para receber a morte que se aproxima, e o pastor de uma periferia carente, para manter de pé a si mesmo e sua igreja. Nas realidades desiguais, questões em comum se revelam: como enfrentar as dificuldades; o que é o céu; Deus e a importância da fé. Por trás de textos, preces e narrativas de cada grupo, a unidade entre os dois mundos transparece.

Tenha um pouco de fé é uma história real e começa com um pedido um tanto quanto diferente, o rabino Rebbe pede à Mitch que ele faça seu discurso fúnebre e sem jeito de recusar, ele aceita, mas para isso ele precisa conhecer o rabino melhor, já que perdeu o contato quando saiu da cidade para investir em sua carreira.

É então que começam visitas e mais visitas, ao escritório, à casa de Rebbe, Mitch começa um trabalho de pesquisa e vai durar muito mais do que ele esperava. E, em meio a tudo isso, ele conhece o pastor Henry Covington, um senhor que já teve muitos problemas na vida, já andou pelo caminho errado e já fez muitas coisas ruins, mas que entregou sua vida nas mãos de Deus e tenta fazer sempre o melhor para o seu ministério.

“Ter mais não impede de querer mais. E sempre se quer mais – ser mais rico, mais bonito, mais conhecido. Quando isso acontece, a pessoa perde a perspectiva e, posso lhe dizer por experiência própria, a felicidade nunca vem.” Pág. 102

Quando comprei, imaginava que se tratava de um livro sobre religião, mas não, é um livro sobre a fé, como ela pode ajudar as pessoas, como pode mudar sua visão do mundo e dos acontecimentos.

Acho que, assim como Mitch, aprendemos muito com a história do rabino e do pastor, histórias tão diferentes, onde a única similaridade é a fé, mesmo não sendo no mesmo Deus.

Se você procura um livro com histórias de vida inspiradoras, leia Tenha um pouco de fé, é uma lição de vida que nos mostra que não importa EM QUE acreditamos e sim SE acreditamos.

“O avião pousou. Recolhi os papéis, enrolei-os de novo no elástico e senti uma ponta de tristeza, como alguém que descobre, ao voltar de uma viagem, que algo foi deixado para trás e não há como recuperar.” Pág. 162

Por Amanda Padovan

Anúncios