Resenha de Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais

Autores: R.J Parker e J.J Slate           Editora: DarkSide Books

Sinopse:

Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um livro assustadoramente verdadeiro. Seus autores, R. J. Parker e J. J. Slate, reúnem alguns dos casos mais angustiantes de criminosos que usaram as redes sociais para se aproximar de suas vítimas. Stalkers, predadores sexuais, assassinos, canibais, torturadores. A lista, infelizmente, não é pequena. E novas solicitações de amizade continuam chegando a cada dia. Parker e Slate deixam claro que esse não é um fenômeno novo. Muito antes da internet, criminosos usavam classificados de jornal para descobrir e atrair suas presas. Mas o anonimato da web permite que cada vez mais lobos usem roupas de cordeiro nas suas fotos de perfil. Mas existe luz no fim do túnel. Analisando mais de trinta casos famosos, os autores demonstram como as forças da lei estão usando, com sucesso, as novas ferramentas de comunicação para investigar e prender foras da lei e desmantelar quadrilhas. E ainda ensinam dicas de segurança. Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um alerta para todos nós, que passamos tanto tempo conectados.

Já resenhei aqui outros dois livros sobre serial killers e já disse que esse tema me interessa muito, por isso fiquei muito curiosa pelo livro Social killers, já que vivendo nessa era digital acabamos expondo muito da nossa vida na internet e correndo perigos que nem imaginamos.

Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais vai contar 33 histórias de assassinos que utilizaram a internet para encontrar, escolher e atrair suas vítimas. Cada caso vai contar um pouco sobre o assassino, sobre suas vítimas e como ele as encontrou e o que aconteceu com depois do crime, se foi preso ou não, se já foi julgado, etc.

No final do livro há um capítulo com informações de como se proteger na internet, o que não compartilhar e como isso pode ser perigoso.

“A maioria das pessoas fantasia sobre isso e fica apenas no terreno da fantasia. Elas não têm disposição ou estômago suficiente para ir até o fim com seus ímpetos sombrios. Mas eu tenho.” Mark Andrew Twitchell

Em cada início de capítulo tem um QR Code que leva para uma página com fotos e informações dos assassinos, o que achei bem legal. Como estava acostumada com os livros da Ilana Casoy, em que ela descreve o crime com muitos detalhes, dá muitas informações sobre os assassinos e sobre os casos, achei que esse livro é bem mais superficial, é claro que conta como aconteceu cada um dos 33 crimes, mas achei que faltou um pouco mais de detalhes, como foi a infância de cada assassino, o que acontecia antes de cada crime, como era a vida dele, como era visto pela sociedade, como foi o julgamento, essas informações são dadas bem superficialmente.

Apesar disso, gostei do livro e acho uma ótima leitura para todos, porque atualmente estamos todos conectados em dezenas de redes sociais, postando conteúdo, imagens e informações pessoais diariamente e muitas vezes não sabemos os perigos que corremos. A leitura é bem rápida e fluida e sem imagens pesadas, se você se interessa pelo tema, acho que é vai gostar do livro.

“A internet, com sua grande variedade de mídias sociais, apenas conferiu aos atuais assassinos acesso mais fácil as vítimas.”

Por Amanda Padovan

Anúncios

Quotes de Surpreendente – Maurício Gomyde

img_7558

“Ninguém reconhecera que ele já saíra em desvantagem. Nem sequer um desgraçado colocara na balança o fato inescapável de que, para ele, tudo era dez vezes mais difícil.” Pág 21

“Pedro morreu de pena do pai aquela noite. O homem seguro e batalhador se desmanchava como sal na chuva, ali, à sua frente, chorando de incredulidade e desespero.” Pág. 39

“Compreender o mundo é a tarefa complicada para qualquer pessoa, enxergue ela ou não. Então você não está melhor nem pior do que ninguém. E lembre-se: muita gente vê tudo, mas não enxerga nada.” Pág. 50

“Tudo para você começa no ‘provavelmente’ e termina onde?
Nas certezas da vida” Pág. 57″

“A gente precisa correr certos riscos na vida. E lembre-se de que ela é feita de um monte de momentos esquecíveis, alternados por pouquíssimos inesquecíveis.” Pág. 74

 “O bom da vida está justamente nas buscas que a gente empreende ao longo dela. Afinal de contas, a própria vida é uma busca.” Pág. 90

“Mãe, parti numa viagem. Preciso me perder no mundo para tentar encontrar coisas que venho perdendo dentro de mim. Onde eu estiver, estarei em boas mãos. Te amo demais, hoje e para sempre.” Pág. 141

“Que as lições sejam aprendidas e voltemos milhões de vezes melhores do que quando partimos. Apenas os fortes sobrevivem, porque, mesmo a estrada sendo longa, já dizia o velho poeta: “Quem tem um porquê, enfrenta qualquer como.” Pág. 147

“Você é… A variável que mudou tudo, que me fez voar, que me segurou à beira do abismo e ainda assim me jogou lá com o desejo de que o chão nunca mais chegasse. É os 100% que faltam da minha visão, a mulher mais linda que eu já conheci.” Pág. 246

Resenha Até você ser minha – Samantha Hayes

img_7664Autora: Samantha Hayes         Editora: Intrínseca

Sinopse:

A assistente social Claudia Morgan-Brown está prestes a realizar o sonho de sua vida: vai dar à luz uma menininha. Apesar da ausência do marido ao longo da gravidez – James é oficial da Marinha e fica semanas e até meses longe de casa –, ela mal pode esperar para segurar seu bebê nos braços após várias tentativas e perdas.
Porém, as diversas tarefas de Claudia, além da responsabilidade de cuidar dos gêmeos Oscar e Noah, filhos do primeiro casamento de James, deixam o casal preocupado. A próxima partida de James se aproxima, e eles decidem contratar uma babá.
Zoe Harper quer muito o emprego. Com as melhores recomendações, ela conquista os gêmeos e se muda para o lar do casal. Mas Claudia logo percebe que a mulher tem outros motivos para se aproximar da família.
As suspeitas de Claudia se transformam em verdadeiro terror quando começa a ocorrer uma série de ataques brutais a mulheres grávidas na cidade. Imersos em problemas familiares, os investigadores Lorraine Fisher e Adam Scott são forçados a deixar suas questões de lado e correr contra o tempo para encontrar o assassino antes que ele cometa mais um crime.
Uma narrativa repleta de reviravoltas, Até você ser minha traz os desejos humanos mais intensos e mostra quão longe alguém pode chegar para conseguir o que quer.

Claudia é uma mulher moderna, uma assistente social que não pensa em deixar o trabalho por causa das crianças, porém seu maior sonho é ter um filho, ela já teve vários abortos e natimortos e é madrasta dos gêmeos de seu marido James, mas já no final da gravidez tem certeza que dessa vez irá dar certo.

“Com certeza ele aprontará outra. Estou aprendendo que ele é bem parecido comigo: as coisas perfeitas estão simplesmente pedindo por algo assim.” Pág. 67

Por causa de todas as suas responsabilidades com o trabalho, com os enteados e com a chegada do bebê e sem poder contar com o marido que é da marinha e quase nunca está em casa, Claudia precisa de uma babá.

Zoe Harper parece perfeita para o cargo, com muita experiência no trabalho e disponibilidade, mas apesar de todos essas qualidades, Claudia não consegue confiar totalmente na babá.

E para aumentar o estresse da trama, está a solta um assassino de mulheres grávidas.

Até Você Ser Minha é um livro surpreendente, carregado e suspense e mistério, fiquei grande parte do livro imaginando um desfecho, mas conforme fui chegando ao final percebi que estava totalmente enganada e fiquei muito surpresa. Adorei a escrita da autora que conseguiu me prender do início ao fim e estou ansiosa para ler outro livro dela. Leitura mais que recomendada!

“Eu sempre quis ter um bebê, mesmo quando era pequena e não sabia de onde eles vinham. Tem sido um dor contínua, bem no fundo da minha alma, desde que consigo me lembrar – uma doença, um desejo maligno rastejando pelo meu corpo, serpenteando em torno das veias retorcendo-se ao londo de bilhões de caminhos nervosos, envolvendo o cérebro numa vontade enevoada de hormônios. Tudo o que eu queria era ser mãe.” Pág. 09

Por Amanda Padovan

TAG: DOENÇAS LITERÁRIAS

Olá nerds!

Hoje vim responder mais uma tag e essa é a TAG DOENÇAS LITERÁRIAS, infelizmente não achei o blog que a fez, então se souberem podem me dizer e eu coloco aqui. Agora vamos as minhas respostas:

Diabetes: Um livro muito doce.

marley-e-eu

Marley e Eu, nada mais bonito que a relação de amizade verdadeira de um humano e seu cachorro.

Catapora: Um livro que você leu uma vez para nunca mais na vida.

charlotte

Charlotte Street, comprei porque a capa é maravilhosa e a sinopse era de uma história que tinha tudo para ser incrível, mas na verdade foi minha maior decepção.

Influenza A: Um livro contagioso.

como eu era antes de você

Como eu era antes de você, quem não ficou com vontade de ler esse livro maravilhoso, heim??

Insônia: Um livro que você virou a noite lendo

download (1)

Fiquei com seu número, virei a madrugada lendo esse livro, é muuuuito bom!

Amnésia: Um livro que você leu e não se lembra.

fallen

Fallen, já li faz um tempão e não lembro de mais nada! hahaha

Asma: Um livro que te tirou o fôlego.

tudo-e-todas

Tudo e todas as coisas, livro lindo! ❤

Má Nutrição: Um livro que você esqueceu de comer para ler.

Caixa-de-Passaros (1)

Caixa de Pássaros, durante a leitura eu esqueci de comer, dormir e de fazer qualquer outra coisa! hahahahha

Doença de Viagem: Um livro que te lembre/ você relacione com uma viagem.

o-codex-dos-cacadores-de-sombras

O Códex dos Caçadores de Sombras é um livro que me lembra viagem, porque foi o livro que eu levei na minha primeira bienal pra Cassandra Clare autografar. ❤

Então é isso. Beijooo

Amanda Padovan

Resenha de Surpreendente – Maurício Gomyde

img_7558

Autor: Maurício Gomyde      Editora: Intrínseca

Sinopse:

“Pedro Diniz tem um desafio e um problema pela frente. O desafio: filmar um roteiro magnífico capaz de surpreender o público e conquistar o maior prêmio do cinema brasileiro. O problema: não ter ideia de como fazer isso. Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora da periferia, Pedro planeja seu próximo filme, a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração. A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.”

Pedro é um jovem apaixonado por cinema e seu sonho é ganhar um Cacau de Ouro, grande prêmio de cinema brasileiro, apesar de todas as dificuldade o jovem luta por isso. Ele é deficiente visual, logo na adolescência descobriu uma doença degenerativa que o deixaria cego, mas por milagre a degeneração estacionou e ele conseguiu manter uma porcentagem da sua visão.

Em busca do prêmio e de respostas, Pedro e seus amigos embarcam em uma aventura para criar um filme incrível e o jovem acaba descobrindo muito sobre si mesmo e revelando mistérios escondidos há muitos anos.

“A gente precisa correr certos riscos na vida. E lembre-se de que ela é feita de um monte de momentos esquecíveis, alternados por pouquíssimos inesquecíveis.” Pág. 74

Surpreendente foi um livro que conheci por acaso, não pesquisei resenhas, nem li a sinopse antes de comprar, já tinha visto dezenas de fotos nas redes sociais e como o achei em promoção decidi comprar para ver se era bom.

Sem querer fazer graça, mas aproveitando o trocadilho, Surpreendente me surpreendeu! Hahahaha Gostei muito da escrita do autor e o protagonista do livro nos ensina muito, mesmo com todas as dificuldades e seus altos e baixos nos mostra que com força de vontade e pessoas que te amam, você pode ultrapassar qualquer obstáculo.

Surpreendente é uma lista história de superação e amizade que recomendo muito!

“Compreender o mundo é a tarefa complicada para qualquer pessoa, enxergue ela ou não. Então você não está melhor nem pior do que ninguém. E lembre-se: muita gente vê tudo, mas não enxerga nada.” Pág. 50

Por Amanda Padovan

Quotes O Demonologista – Andrew Pyper

img_7514

“Sua melancolia. Ou depressão. Junto com nove entre dez das doenças que estudei, diagnostiquei, busquei tratar. Chame como quiser, mas são só nomes diferentes para a solidão. É o que deixa a escuridão entrar. É contra isso que você deve lutar.” Pág. 41

“Algumas vezes as pessoas fecham a porta porque estão tentando encontrar uma maneira de fazer você bater nela” Pág. 43

“Às vezes as miragens acabam sendo reais. Às vezes há água no deserto.” Pág. 139

“Não é do escuro que eu tenho medo, ela corrigiu. É do que tem no escuro.” Pág. 140

“Não é a aparência de uma coisa que a torna má.” Pág. 140

“Às vezes, os monstros são reais.[…] Mesmo se eles não se parecem com monstros.” Pág. 141

“Eles estão no meio de nós.
Abra sua mente para eles, e eles estarão com você. Dentro de você.” Pág. 221

Por Amanda Padovan

 

Resenha O Adulto – Gillian Flynn

img_7647

Autora: Gillian Flynn          Editora: Intrínseca

Sinopse:

Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes. Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação. No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance. Em seu estilo inconfundível que arrebatou milhares de fãs, Gillian Flynn traça surpreendentes e intrigantes perfis psicológicos dos personagens e tece uma narrativa repleta de suspense ao mesmo tempo em que brinca com elementos clássicos do sobrenatural.

A protagonista do conto aprendeu a praticar pequenas fraudes com a mãe desde cedo, elas sabiam para quem e como pedir dinheiro, quando cresceu foi morar sozinha e encontrou um outro trabalho, ela trabalhava em uma casa que na parte da frente fazia consultas esotéricas para mulheres ricas e nos fundos masturbavam homens. A moça começou trabalhando nos fundos e se orgulhava de ser a melhor, mas pelos movimentos repetitivos acabou com o braço debilitado, foi quando começou a trabalhar na parte da frente e conheceu Susan Burke.

Susan precisava de ajuda, pois achava que sua casa sofria com algum fenômeno sobrenatural e que seu enteado estava possuído por um espírito maligno. A falsa sensitiva viu nessa história a chance de ganhar dinheiro fácil e começou a trabalhar com a limpeza espiritual da casa dos Burke, porém quando conhece o menino que supostamente está possuído, percebe que talvez os medos de Susan não sejam tão impossíveis assim.

Mais um livro lido da magnífica Gillian Flynn e novamente venho dizer que sou apaixonada pela escrita e pelas histórias da autora. O Adulto é um livro curto, um conto que em poucas páginas te faz ver inúmeras reviravoltas, quando você acha que previu o final, ela vem com uma cena que te mostra que tudo o que pensou estava errado.

O conto segue a linha dos outros suspenses da autora, que são assustadores por serem tão reais e originais, e que mostra como o ser humano pode ser tão assustador quanto o sobrenatural, ou até mais. É um livro envolvente e cheio de surpresas e uma leitura mais do que recomendada!

“É a principal lembrança que tenho da infância: manchas. Não sei dizer a cor dos olhos da minha mãe, mas sei que a mancha no tapete felpudo era marrom-escura como sopa, que as manchas no teto eram de um laranja queimado e as na parede, de um vibrante amarelo-mijo de ressaca.”

Por Amanda Padovan

Leituras de Janeiro – 2017 e desabafo

Olá Nerds!!

Olha eu aqui com o primeiro post de leituras de 2017! Aeeee!

Bom gente, pra começar, preciso confessar que não consegui cumprir a meta de leitura do ano passado que era de 50 livros, finalizei 2016 com 49 livros lidos, sim, faltou só um e aí vocês devem estar se perguntando: Por que não correr e virar um dia ou uma noite lendo pra conseguir cumprir se faltava só 1? Sabe por quê? Porque eu não sou obrigada! Hahahah

Gente, eu amo ler! É uma das minhas atividades favoritas da vida e me faz muito bem, mas tem muitas outras coisas que eu amo fazer e milhares de coisas que eu sou obrigada a fazer, eu conseguiria sim terminar mais um livro se tivesse virado uma noite lendo, ou deixado de sair algum dia pra ler, mas pra quê? Só pra cumprir uma meta que eu planejei quando estava em outra vibe? Ler só por obrigação? Não é isso que eu quero! Eu gosto de ler e aproveitar a leitura, viro noites sem problema, mas se o livro estiver me pedindo isso, se eu estiver louca pra saber o final e não só pra ter mais um livro pra lista.

Eu estou valorizando muito mais o meu tempo e aproveitando minha vida, curtindo minha família, meu namorado, meus amigos e é por isso que os post aqui no blog diminuíram também,  eu ainda resenho, respondo tag, faço post com quotes, comprinhas, mas a quantidade de postagens por semana diminuiu, tanto aqui como no Instagram, mas não vou abandonar de vez, tá? Continuem nos acompanhando, pleaseee!

Desabafo feito, bora para as leituras do mês:

Boa Noite -Pam Gonçalves

img_7167

Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação — em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números —, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

O Demonologista – Andrew Pyper

img_7514

O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo – principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico.Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas um boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma.Enquanto corre contra o tempo.

O Adulto – Gillian Flynn

img_7647

Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes.
Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação.
No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance.

Surpreendente – Maurício Gomyde

img_7558

Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora da periferia, Pedro planeja seu próximo filme, a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração.
A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.

Os 13 Porquês – Jay Asher

img_7725

Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker – uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.
E foram essas, pessoal! E vocês? Já leram muito nesse primeiro mês do ano?
Até mais!
Por Amanda Padovan

Quotes de Boa Noite – Pam Gonçalves

img_7167

“Só quero deixar tudo para trás e enfim ser alguém legal.” Pág. 5

“Ele me encara, observando o meu rosto. Dou um sorriso encorajador, e ele me devolve um tímido, que eu nunca havia visto em seu rosto. Talvez estivesse conhecendo-o de verdade apenas agora.” Pág. 94

“Pela primeira vez em muito tempo desejo ser a Alina do passado de novo. Tentar ser diferente não está sendo uma boa experiência” Pág. 153

“Sentirei saudade, mas ali realmente não é mais o meu lugar. Eu preciso encarar a situação. Não vou deixar que as outras pessoas definam quem sou” Pág. 176

“Várias garotas sofrem abuso sexual todos os dias na nossa universidade, na nossa cidade, no nosso estado, no país, no mundo inteiro. E a maioria não denuncia e não pede ajuda.[…] Sabem por quê? Porque a maioria vai ser culpada por vocês. Por nós. Porque, para a nossa sociedade, é normal assediar. Porque se ela não quisesse, não sairia de roupa curta. Porque, se ela não quisesse, não andaria sozinha. Porque, se ela não quisesse, não estaria bebendo. Porque, se ela não quisesse, não estaria VIVENDO.” Pág. 212

“Mesmo com toda essa tragédia eu me sinto feliz por ter ajudado de alguma forma. Por ter sido útil. Por conseguir fazer a diferença. Ao contrário do que somos educadas a pensar, as outras mulheres não são nossas inimigas, mas sim nossas irmãs. Um time. O exército que precisamos proteger. ” Pág. 228

Por Amanda Padovan