Resenha Mr. Mercedes – Stephen King

IMG_7195

Autor: Stephen King             Editora: Suma de Letras

Ainda é madrugada e, em uma falida cidade do Meio-Oeste, centenas de pessoas fazem fila em uma feira de empregos, desesperadas para conseguir trabalho. De repente, um único carro surge, avançando para a multidão. O Mercedes atropela vários inocentes, antes de recuar e fazer outra investida. Oito pessoas são mortas e várias ficam feridas. O assassino escapa. Meses depois, o detetive Bill Hodges ainda é atormentado pelo fracasso na resolução do caso, e passa os dias em frente à TV, contemplando a ideia de se matar. Ao receber uma carta de alguém que se autodenomina o Assassino do Mercedes, Hodges desperta da aposentadoria deprimida, decidido a encontrar o culpado. Mr. Mercedes narra uma guerra entre o bem e o mal, e o mergulho de Stephen King na mente obsessiva e psicótica desse assassino é tão arrepiante quanto inesquecível.

O detetive Bill Hodges se aposentou, mas nunca conseguiu esquecer os casos não resolvidos que deixou para trás, então passa os dias em frente a televisão com a arma do pai pensando em acabar com a sua vida, até que recebe uma carta, o remetente se autodenomina o Assassino do Mercedes, um dos caras que ele não pegou, um assassino que dirigiu um mercedes e atropelou várias pessoas em uma feira de empregos.

E é nesse momento que Hodges decide que vai resolver esse caso e pegar o bandido, mesmo já estando aposentado. Mal sabe ele que o que Brady, o Assassino do Mercedes, tem em mente é fazer com que o detetive aposentado se suicide.

Quem atingirá seus objetivos, o velho detetive ou o assassino maluco?

“A maioria das pessoas recebe Botas de Chumbo quando criança e precisa usá-las pelo resto da vida. Essas Botas de Chumbo são chamadas de CONSCIÊNCIA. Não tenho isso, então me permito fazer muito mais coisas do que a Galera Normal.” Pág. 29

Achei o início do livro um pouco parado, mas conforme vamos conhecendo melhor os personagens a história vai ficando mais envolvente, o detetive Hogdes é um cara que se dedicou totalmente ao trabalho, deixando de lado até mesmo a família, e acabou ficando sem nada depois da aposentadoria. Já Brady é completamente louco, gosta de lembrar que foi o responsável por várias mortes e se sente bem vendo o sofrimento alheio.

Mr. Mercedes é mais um livro incrível do Stephen King, é dividido em partes e tem capítulos curtos e rápidos de ler. A capa é bem simples, mas muito bonita e as folhas amareladas facilitam a leitura. É o primeiro volume da trilogia e foi um ótimo começo, mal posso esperar para ler os outros!

“É que de vez em quando eu esbarro em alguém com a cabeça mais fodida do que a minha – responde ela. – Isso me alegra. É horrível, eu sei, mas não consigo evitar. ” Pág. 351

Por Amanda Padovan

Anúncios

Quotes de P.S.: Ainda Amo Você – Jenny Han

IMG_8731

“Às vezes, gosto tanto de você que não consigo suportar. É um sentimento que vai crescendo e crescendo dentro de mim, e parece que vou explodir.” Pág.10

“Você me libertou, Peter. Me deu minha primeira história de amor.” Pág 10

“Se as duas pessoas estão destinadas a ficar juntas, elas vão encontrar o caminho uma até a outra.” Pág. 117

“Percebo agora que são as pequenas coisas, os pequenos esforços, que mantêm um relacionamento. E sei também que, de certa forma, tenho o poder de magoá-lo e também de fazê-lo se sentir melhor.” Pág.176

“Dissemos que sempre contaríamos a verdade um para o outro. Dissemos que nunca partiríamos o coração um do outro. Então acho que ele não cumpriu sua palavra duas vezes.” Pág. 217

“Pode ser minha imaginação, mas acho que posso ouvir o coração dele batendo. O dele está batendo, e o meu parece que está se partindo.” Pág. 231

“Vamos fazer isso direito, Lara Jean. Vamos com tudo. Chega de contrato. Chega de rede de segurança. Pode partir meu coração. Faça o que quiser com ele.” Pág. 298

Por Amanda Padovan

Resenha de P.S. Ainda Amo Você

IMG_8731

Autora: Jenny Han                Editora: Intrínseca

Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários. Em “Para todos os garotos que já amei”, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em “P.S.: Ainda amo você”, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam. Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

Depois de um namoro de mentirinha que acabou revelando sentimentos desconhecidos, Peter e Lara Jean começam um namoro real, é a primeira vez que a garota está em um relacionamento de verdade e é muito mais difícil do que parece. É quando o ciúme, as inseguranças e dúvidas aparecem, e até uma carta em resposta à uma daquelas que a irmãzinha de Lara Jean colocou no correio.

Será que esse novo correspondente pode mudar alguma coisa na cabeça de  Lara Jean? Ou no coração?

“Às vezes, gosto tanto de você que não consigo suportar. É um sentimento que vai crescendo e crescendo dentro de mim, e parece que vou explodir.” Pág.10

O casal continua apaixonante, apesar de sempre achar que eles fazem algumas escolhas erradas e de ter vontade de estrangulá-los às vezes, muitos momentos me renderam vários suspiros. Além disso, a amizade e cumplicidade entre as irmãs continua sendo incrível e todo o apoio e carinho do pai de Lara Jean também.

“Se as duas pessoas estão destinadas a ficar juntas, elas vão encontrar o caminho uma até a outra.” Pág. 117

O livro é lindo, os relacionamentos na adolescência nem sempre são fáceis, e Lara Jean e Peter nos mostram isso, confesso que ri, chorei e torci com todas as reviravoltas e terminei ainda mais apaixonada pelo casal.

Então, se você já leu Para todos os garotos que já amei, leia P.S. Ainda amo você também! Nosso casal preferido ainda continua maravilhoso! A edição é linda, a capa perfeita, folhas amareladas, agradáveis para a leitura e uma escrita envolvente!

“Vamos fazer isso direito, Lara Jean. Vamos com tudo. Chega de contrato. Chega de rede de segurança. Pode partir meu coração. Faça o que quiser com ele.” Pág. 298

Por Amanda Padovan

 

Leituras do mês – Abril

Olá nerds!!

Chegou a hora do post sobre as leituras do mês! Foi melhor que os meses anteriores, mas não tanto assim. Hahahahha Li quatro livros e vou contar quais foram:

Princesa das Águas

PRINCESA ADORMECIDA alt V1

Uma releitura da história da Pequena Sereia, com a marca de Paula Pimenta, uma das mais importantes autoras brasileiras da atualidade Arielle Botrel é uma nadadora famosa, prestes a viver o maior desafio de sua vida: participar das Olimpíadas pela primeira vez. Porém, ao contrário do que todos pensam, ela não possui tudo que deseja. Por ser a filha caçula de uma grande família, a garota é muito protegida e, apesar das medalhas e dos troféus, sonha com uma vida diferente, onde possa ser livre. Até que um dia um acidente faz tudo mudar. Arielle é apresentada a um mundo diferente… E nele existe alguém que vira sua vida de cabeça para baixo. Porém, para conquistá-lo, ela terá que abrir mão de sua voz. Será que Arielle vai conseguir conquistar esse príncipe sem palavras? E se no coração dele já existir outra princesa?
Livro muito fofo! Quem é louco por histórias de princesas como eu vai adorar! É claro que é uma princesa moderna, mas continua sendo mágica! Estou ansiosa pelo próximo livro!

Mr. Mercedes

mr mercedes

‘Ainda é madrugada e, em uma falida cidade do Meio-Oeste, centenas de pessoas fazem fila em uma feira de empregos, desesperadas para conseguir trabalho. De repente, um único carro surge, avançando para a multidão. O Mercedes atropela vários inocentes, antes de recuar e fazer outra investida. Oito pessoas são mortas e várias ficam feridas. O assassino escapa.
Meses depois, o detetive Bill Hodges ainda é atormentado pelo fracasso na resolução do caso, e passa os dias em frente à TV, contemplando a ideia de se matar. Ao receber uma carta de alguém que se autodenomina o Assassino do Mercedes, Hodges desperta da aposentadoria deprimida, decidido a encontrar o culpado.
Mr. Mercedes narra uma guerra entre o bem e o mal, e o mergulho de Stephen King na mente obsessiva e psicótica desse assassino é tão arrepiante quanto inesquecível.’

Simplesmente adorei esse livro! Stephen King é sempre incrível né?! Nos primeiros capítulos achei meio cansativo, mas quanto embalou não dava mais para parar de ler.

P.s. Ainda Amo Você

ainda amo vc

Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.
Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em P.S.: Ainda amo você, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

Aiii que saudade eu estava desse casal! Um romance muito fofinho que fez rir e chorar e torcer pela Lara Jean, se você leu Para todos os garotos que já amei PRECISA ler a continuação!

Essa luz tão brilhante

Essa Luz Tão Brilhante capa

“Em uma prosa muito segura, Estelle Laure confere a Lucille uma obstinação feroz que a estimula e movimenta. Os personagens são bem construídos, e a autora consegue descrever a adrenalina do amor.” – Publishers Weekly. O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo… mas comprometido. “Essa luz tão brilhante” é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado.
Esse é um daqueles livros que te faz pensar em sua vida, refletir, uma leitura bem rápida, mas que vale muito a pena!
E foram essas minhas leituras, como foram as de vocês?
Por Amanda Padovan